Últimas
Produtor da notícia

Frelimo perdeu 219 assentos nas assembleias provinciais

31 de Outubro de 2014, 16:47

Maputo, 31 out (Lusa) - A Frelimo, partido no poder em Moçambique, perdeu 219 lugares nas assembleias provinciais, passando a controlar 485 assentos contra 704 das eleições gerais de 2009, de acordo com os resultados divulgados quinta-feira pela Comissão Nacional de Eleições.

Segundo os resultados oficiais das eleições gerais do passado dia 15, a (Frelimo) Frente de Libertação de Moçambique perdeu para a Renamo (Resistência Nacional Moçambicana) o controlo das assembleias províncias da Zambézia, Sofala, e Tete, províncias do centro do país.

Na Zambézia, segundo maior círculo eleitoral do país, com 92 assentos para a assembleia provincial, o partido no poder baixou o seu número de assentos de 58, em 2009, para 37, e a Renamo aumentou de 31 para 51. O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) alcançou apenas quatro assentos no escrutínio do dia 15.

Banca de jornais

Acompanhe as eleições